30 de set de 2009

A Escolha

Já parou para pensar que a partir do momento em que você acorda já começa o dia fazendo escolhas?

você começa por escolher:
- a roupa que vai usar
- o que comer no pequeno almoço
- qual tarefa desenvolver primeiro 
- que profissão deseja seguir
- a pessoa que deseja dividir sua vida
e assim por diante,  a sua vida é feita de escolhas, portanto que elas sejam feitas com a direção certa, para que no decorrer do caminho possa colher os frutos de uma boa semente, a escolha é sua! pense nisso.


"Vê que hoje te pus diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal". (Deuteronomio 30:15)







Reconstrução

Reconstrução

Posted using ShareThis

28 de set de 2009

Pão faz bem, mas com moderação

Prefira os que são feitos com farinhas integrais, que contêm mais nutrientes
Agência EstadoAgência Estado

Getty ImagesFoto por Getty Images
Ao escolher um pão, dê preferência aos que levam farinhas menos refinadas

Não são poucas as pessoas que não resistem a uma fatia ou pedaço de pão. O alimento fornece hidratos de carbono (o amido, entre 50 e 75%), sais minerais (principalmente ferro e cálcio), vitaminas (sobretudo do complexo B e PP) e fibras, fundamentais para a saúde. O teor dessas substâncias, no entanto, depende da farinha utilizada no preparo e de sua refinação. O pão integral é uma das melhores escolhas dentre a infinidade de tipos de pães disponíveis nos mercados. Contém mais nutrientes, geralmente fibras, que enriquecem uma alimentação saudável e ajudam a combater certos problemas, como a prisão de ventre. É também recomendado em dietas de diabéticos e de pessoas com níveis elevados de colesterol.
A única preocupação é com a quantidade. Porque comer pão em exagero, especialmente se a pessoa for obesa, pode provocar o aumento do ganho de peso.
E é importante ficar atento ao que se passa sobre o pão. Geralmente o que engorda é a manteiga, os molhos, os queijos gordos, os patês e outros alimentos usados para incrementar a fatia.

*matéria do site r7.com (receitas e dietas)


De acordo com a Teoria da Evolução, todas as espécies animais e vegetais que existem na Terra são mutáveis. Isso leva alguns cientistas a crer que as espécies sofrem algum tipo de transformação (mutação), conforme o passar dos séculos.
Informações recentes atestam que 98,4% dos genes humanos partilham com os dos chipanzés. Entretanto, os próprios cientistas sabem que é preciso muito menos de 1% dos genes humanos para que sejam extraordinariamente diferentes dos chipanzés. Daí, podemos continuar refutando Darwin, dizendo que o “elo perdido” continua perdido, ou seja, a teoria da evolução continua sendo apenas uma teoria.
Do ponto de vista bíblico, a Teoria Evolucionista confronta a Palavra de Deus, visto que é pela fé que entendemos que o universo foi formado pela Palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem (Hebreus 11:3). Obviamente, para entender isso é necessário uma revelação da fé Divina.
Quer dizer, se concordarmos com a ideia de que um ser passou a adquirir um pulmão pela necessidade que tinha de respirar, estamos, com isto, limitando o poder de Deus em Sua criação. Como Ele poderia criar algo que precisasse passar por uma modificação após milhares de anos? Isso seria incoerente.
Os verdadeiros cristãos não precisam, e muito menos dependem, de teorias para sustentar a fé. Esta, ao contrário, é sustentada pelo cumprimento das Escrituras Sagradas ao longo da história. Teorias não passam de palavras e especulações que há anos existem para tentar provar algo que é improvável.
Entre acreditar em palavras teóricas e acreditar na Palavra de Deus, a qual tem sido viva, eficaz e pode ser comprovada na vida daqueles que Nela creem, prefiro a segunda opção.
Se há algo que pode e deve estar sempre em evolução, é a fé cristã, para que não haja conformação com este mundo, mas sim, haja transformação de vida. Salvo se há interesse em ser parente do chipanzé. Mas isso fica a critério de cada um.

Publicado por Bispo Edir Macedo
"Tudo Posso naquele que me fortalece" (fl 4:13)