22 de out de 2010

Uma história verídica


Anjos na ladeira
Diane, uma jovem universitária cristã, estava em casa naquele verão. Foi visitar alguns amigos nesta noite e a conversa animada um pouco mais longa do que planejara, fez com que as horas avançassem um pouco mais e se fez muito tarde para  retornar caminhando sozinha até sua casa. Mas não tinha medo, porque morava numa cidadezinha pequena e tranquila a poucos quarteirões dali.
Enquanto caminhava até sua casa pediu a Deus que a mantivesse livre de todo mal ou perigo.  Quando chegou a uma viela que usava como atalho para chegar mais rápido até sua casa,  resolveu ir por ali. Quando estava na metade da ruazinha, notou um homem parado no final dela e parecia que a estava esperando.
Diane ficou nervosa e começou a orar pedindo proteção a Deus. Neste instante, um sentimento de tranquilidade e segurança a envolveram, sentiu como se alguém estivesse caminhando junto dela, chegou ao final da viela e foi caminhando justamente na direção onde o homem se encontrava, mas nada aconteceu chegando bem na sua casa.
No dia seguinte leu no jornal, que uma moça havia sido estuprada naquela mesma viela, uns 20 minutos depois que ela passara por ali. Sentindo-se mal por essa tragédia e pensando que poderia ter sido com ela, começou a chorar dando Graças a Deus por tê-la cuidado e lhe rogou que ajudasse a outra jovem. Decidiu então ir á delegacia de policia, acreditando que poderia reconhecer o homem  e lhes contou sua história.
O delegado lhe perguntou se estaria disposta a identificar o homem que havia visto a noite anterior naquela viela. Prontamente aceitou e sem duvidar reconheceu o homem em questão.
Quando o homem soube que tinha sido identificado, rendeu-se e confessou.
O delegado de policia agradeceu a Diane pela sua valentia e lhe perguntou se havia algo que pudessem fazer por ela, então  ela pediu que perguntassem ao homem, porque não havia atacado a ela quando passou pela mesma viela.
Quando o delegado perguntou ao homem ele respondeu: “PORQUE ELA NÃO ESTAVA SOZINHA HAVIAM DOIS HOMENS ALTOS CAMINHANDO UM DE CADA LADO
Moral da história?
NÃO SUBESTIMES O PODER DE UMA ORAÇÃO !
(autor desconhecido)
Recebi este email como um testemunho e estou aqui dividindo com vocês
Quando lhe vier uma situação difícil ore com toda sua fé,  creia que Deus ouviu sua oração e veio ao seu encontro.
“e tudo que pedirdes  em oração crendo, recebereis”

19 de out de 2010

Esta é a Halyh olha que fofa!


Gente olha que coisa mais fofa, ela faz cada uma, além de divertida e linda é muito obediente não tem como não se apaixonar.

16 de out de 2010

Trazendo a Arca - Quem é você


Muitos mantém uma aparência quando estão na igreja, no seu trabalho, junto dos amigos.
Mas quando chegam em sua casa e colocam a cabeça no travesseiro somente ela e Deus sabem o que se passa.

 O que tem acontecido de fato no fundo do seu coração?
Afinal quem é você?
somente Deus e você sabem, como diz esta linda canção.

Ouça com o coração aberto.

13 de out de 2010

Nas mãos de Deus

Hoje durante a reunião dos filhos de Deus uma senhora estava sentada na fileira a minha frente com uma neném que não a  deixava quieta, ela virava pra lá,  pra cá,  ela passava a mãozinha no rosto da mãe, e eu vendo que a mãe não conseguia prestar atenção na reunião peguei ela no colo e fui lá pro final da igreja,  logo em seguida foi servida a Santa Ceia.
quando peguei a Ceia, eu levantei o pão para apresentar a Deus e virei a neném pra uma lado do meu ombro, em seguida ergui o cálice e virei ela pro outro lado, (meio desajeitada eu)  e ela enquanto isso passava a mãozinha no meu rosto, no meu cabelo mas de forma delicada e não reclamava de nada que eu fazia com ela claro que eu virava com todo cuidado, e no momento do louvor eu mesmo com ela no colo  buscava o meu Deus e ele falou algo tão forte no meu coração: "é assim que você deve estar como essa criança, mesmo que em certos momentos pareça que sua vida está virando pra lá e pra cá... mesmo que você não esteja entendendo nada, simplesmente se entregue e confia, Eu estou cuidando de você, tudo que acontece é visando o seu bem, não se preocupe com nada, apenas se entregue, não reclame sou Eu que estou com você nas minhas mãos."
Eu abracei aquela neném com tanto amor como se eu estivesse no colo do meu Senhor.
A reunião terminou, atendi uma pessoa e assim que entrei no escritório corri para dividir com vocês esta mensagem, o nosso Deus é Maravilhoso e eu O amo e sempre amarei.

Fernanda Vieira

4 de out de 2010

Apenas siga!


Se você quer realmente chegar a algum lugar, então estabeleça sua meta e não permita que os dias escuros o faça desistir, siga em frente seja debaixo de sol, chuva, escuridão ou tempestade visualize apenas chegada.

Não olhe para direita nem esquerda.

apenas siga!

3 de out de 2010

FOTOS INTERESSANTES

Fotos engraçadas e impressionantes 
mostra a grande criatividade que o ser humano tem e exercita no seu dia dia











 
 
 
Por Santos Netto

1 de out de 2010

FOLHA DE SÃO PAULO

 MAIS UMA CALÚNIA 
"FOLHA DE SÃO PAULO"

Ontem escrevemos aqui sobre boatos mentirosos que circulam pela internet caluniando a candidata Dilma Rousseff.
Hoje somos surpreendidos com um título igualmente calunioso do jornal Folha de S. Paulo. A manchete diz: “Edir Macedo defende Dilma sobre aborto”
O jornal não leu o que foi escrito. Ou leu, e calculou exatamente cada palavra deste título.
Isso se chama mau jornalismo. Manipulação. Injúria. Postura bem comum na coletânea de mentiras que o Grupo Folha tem publicado, nos últimos tempos, contra mim e a IURD.
O fato é que sequer citei a questão do aborto em meu texto publicado neste blog. Não há uma palavra sobre isso nas 35 linhas escritas. Peço que analisem o que foi publicado (CONFIRA: http://bispomacedo.com.br/blog/).
Tudo o que escrevemos foi que era mentirosa a informação de que Dilma Roussef teria dito que "nem Jesus Cristo lhe tiraria a vitória nessas eleições", entre outros boatos.
O que me causou consternação foi o fato de usarem o nome do Senhor Jesus nesse joguete e de que muitos cristãos estavam caindo nesta cilada.
A postura da Folha é mais uma manifestação de jogo político baixo e a tentativa de se atingir uma candidata às vésperas de uma eleição.
Se o Grupo Folha não tem coragem de admitir que apoia um candidato, ao menos tem como obrigação não vilipendiar a fé de milhões de pessoas com mentiras e induções.
Nada mais sórdido que a distorção da verdade.

fonte http://bispomacedo.com.br/blog/