29 de set de 2010

O dia do casamento

A preparação

Estava revendo algumas fotos antigas, e quando vi a minha foto de noiva me lembrei de quando me casei,  já passaram 18 anos, fiquei me lembrando da correria pois eu trabalhava, fazia curso e ainda tinha meu compromisso como obreira; quem já casou sabe bem como nos dias que antecipam o casamento é.
Eu tinha que ver uma série de coisas, ver os móveis que estavam chegando para montar, ver os enfeites do casamento,  alguns eu mesma estava fazendo, as coisas da festa para que tudo acontecesse da forma como planejava e etc.
Mas o que me despertou na memória foi quando lembrei de que faltavam apenas alguns dias para o casamento, eu já estava numa dieta rigorosa para ficar bem no vestido, é claro que sempre tinha cuidado com a aparência afinal qual moça que não tem? ainda mais quando se tem um namorado ou noivo, mas nos dias que estavam próximo do casamento os cuidados foram maiores.
Lembro que fiz uma limpeza de pele profunda, comecei a hidratar mais o corpo, as hidratações nos cabelos com mais frequência, as unhas tinha o cuidado para não partir, e até peguei um pouco de sol para ficar coradinha no dia do casamento e etc...tudo pensando em estar da melhor forma possível para naquele dia tão especial encontrar com o meu amado noivo Valdir.
A correria era muita mas eu estava disposta a entregar a ele o meu melhor.
Hoje nós também estamos a espera do noivo, que é o nosso Senhor Jesus e fico a me perguntar será que tenho me preparado com tanto cuidado como eu fiz no dia do meu casamento?
Fico pensando se tenho feito apenas o normal, o básico, ou se tenho me empenhado nos mínimos detalhes como naquele dia, em todos os sentidos para que nada saisse errado e aquele dia fosse perfeito.
Muita das vezes fazemos apenas o normal, vamos na igreja, falamos de Jesus para as pessoas, lemos a palavra de Deus, e pronto já estou esperando o meu noivo.
Nem nos apercebemos que fazemos muito mais pelo marido, pelos filhos, por uma amiga e até por nós mesmas por nossa vida pessoal do que propriamente por aquele que se entregou por nós.
Não podemos esquecer que precisamos estar preparadas para o grande dia! ou quem sabe a nossa partida, por isso temos que a todo instante verificar a nossa vida, nosso coração, se o que temos feito tem sido o nosso máximo  para este grande dia, ainda mais que não tem data marcada como acontece normalmente, não podemos ser pegas de surpresa, eu não quero!
Postar um comentário