10 de fev de 2011

A Janela...


Havia um pequeno menino que visita seus avós em sua fazenda.

Foi dado um estilingue para jogar no mato.

Ele praticou na floresta, mas nunca conseguiu acertar o alvo.

Ficando um pouco desanimados, ele voltou para o jantar.

Como ele estava andando para trás, viu o pato de estimação da vovó...

Em um impulso, ele acertou o pato na cabeça e matou-o. Ele ficou chocado e triste!

Em pânico, ele escondeu o pato morto na pilha de madeira!

Sally (sua irmã) tinha visto tudo, mas ela não disse nada.

Após o almoço no dia seguinte, a avó disse:

- Sally, vamos lavar a louça.

Mas Sally disse:

- Vovó, Johnny me disse que queria ajudar na cozinha.

Em seguida, ela sussurrou-lhe:

- Lembra-te do pato?

Assim, Johnny lavou os pratos.

Mais tarde naquele dia, vovô perguntou se as crianças queriam ir pescar e vovó disse:

- Me desculpe, mas eu preciso de Sally para ajudar a fazer o jantar.

Sally apenas sorriu e disse:

- Está tudo certo, porque Johnny me disse que queria ajudar.

Ela sussurrou novamente,

- Lembra-te do pato?

Então Sally foi pescar e Johnny ficou para ajudar.

Após vários dias de Johnny fazendo o trabalho de Sally, ele finalmente não aguentava mais.

Ele veio com a avó e confessou que tinha matado o pato.

A avó ajoelhou, deu-lhe um abraço e disse:

- Querido, eu sei... eu estava na janela e vi a coisa toda, mas porque eu te amo, eu te perdoei. Eu só estava me perguntando quanto tempo você iria deixá-Sally tornar você um escravo.

(autor desconhecido)

 
Não importa o seu passado, dê um basta!  tome uma atitude e livre-se deste peso, Deus está na janela da sua vida  assistindo a tudo esperando apenas que você reconheça e se arrependa, não se torne escravo dos seus pensamentos e não deixe nada nem ninguém lhe acusar.
Postar um comentário