1 de out de 2011

Quando escondi com Band-daid



 Eu estava vendo umas fotos minha bem antiga, e tinha uma em que meu cabelo estava bem pretinho, e me lembrei de uma situação.

Eu estava fazendo a obra em Pernambuco há uns 15 ou 16 anos atrás e morava com uma esposa, e nós brincávamos de cabeleireira (rs), uma pintava o cabelo da outra de preto.

Numa bela quarta-feira, nos preparávamos para a reunião e eu já tinha feito as minhas unhas, quase sempre uso cor clara, e no fim da tarde pintamos os cabelos, eu pintei o dela de preto e ela estava pintando o meu, tudo conforme a indicação, colocamos a luva, passamos creme em volta do rosto etc...

 Embora parecia tudo certinho, aconteceu algo que eu não esperava... a luva rasgou e minha unha que estava tão lindinha ficou toda preta, ai ai! e agora?  pensei, não tinhamos removedor, lembro que passei lixívia, produto de clarear a gola da camisa e outros... mas já estava passando da hora de nos arrumar para ir a reunião e nada daquilo sair (isso que dá brincar de cabeleireira rs).

E veio uma ilustre idéia!!! vou colocar um band-daid e faz de conta que machuquei o dedo; ninguém sabia só eu ela, bem aquilo parecia uma solução... quem olhava estava lá minhas unhas bonitinhas, e um dedo "machucado".

Mas a quando voltei pra casa estava lá a bendita unha manchada de tinta preta... e enquanto eu não procurei resolver aquela situação eu tinha que "mascarar" para ninguém ver a realidade.

Quando lembrei disso, me veio a mente, quantas são as vezes que mesmo fazendo tudo conforme a "indicação", acabamos por falhar em algo e então tentamos "esconder com band-daid" para que ninguém veja, quantas são as vezes que temos algo camuflado que nos incomoda, nos faz sentir mal, embora ninguém tem idéia do que se passa, mas nós sabemos exatamente o que aconteceu e o que deve ser feito para resolver aquilo.

A tinta ficou lá enquanto eu não "tirei o band-daid e removi totalmente"


Se você tiver algo escondido, resolva logo, garanto que vai te fazer ficar mais leve.
Postar um comentário