19 de set de 2011



Conta-se que muitos metros abaixo da terra, pela força da natureza, nasceu um diamante no meio de muitas outras rochas que ficavam ao redor dele.

Muito antigas e astutas, sabendo do valor do recém chegado, as rochas começaram a criticá-lo de todas as formas.  Elas temiam que o diamante viesse a descobrir o quanto valia e viesse a descobrir o quanto valia e que um dia viesse a dominá-las.

A pedra granito dizia: “És tão pequeno, ó diamante, nunca chegarás a ser algo”.

O Basalto emendava: “É, por certo desmancharás em pouco tempo”.

E a pedra calcária dava o golpe final: “ Tornar-te-ás em pó”.

Até que um dia, um explorador de minerais, cavando aquela terra, encontrou o pequeno diamante e, feliz da vida, levou-o para ser lapidado.

Quando o diamante se viu brilhando e posto acima dos rubis, esmeralda e demais pedras preciosas, ele disse para si mesmo: “Eu tenho sido uma jóia todo tempo e não sabia”.


(autor desconhecido)


Da mesma forma existem muitas pessoas escondidas atrás dos seus complexos e medos, dando ouvidos ás palavras negativas, e assim terminam acreditando que não tem nenhum valor, que são incapazes de conquistar seus objetivos.

Você tem valor, precisa acreditar.

Não permita que ninguém o desavolorize.
Postar um comentário